sábado, 6 de agosto de 2016

Primeiro trabalho

Meu primeiro trabalho foi numa comunidade bem longe de onde meus pais viviam. Uma comunidade pequena com recursos limitados e na ocasião eu recebia de salário uma quantia que equivalia na época à um pouco menos que salário mínimo. Isto sem qualquer ajuda de custo, ou seja, transporte e qualquer outra despesa ministerial deveria ser paga do meu próprio bolso.

Na ocasião, ainda solteiro, falar em férias era algo do outro mundo e para rever a família precisava economizar migalhas ao longo de vários meses para poder custear a viagem. A igreja matriz nunca enviou-me dinheiro para férias, natal ou qualquer outra coisa. Embora na matriz esta prática de beneficiar o pastor presidente e os seus mais próximos fosse comum.

A solidão, o sentimento de abandono, o esquecimento eram espinhos com os quais nos feríamos na estrada sem ninguém para nos confortar. Da igreja matriz chegavam sempre as cobranças de relatórios, cobranças por resultados sem nenhum benefício em troca.

Quando voltava a matriz por algum motivo e por alguns dias, havia sempre aqueles que batiam nos meus ombros e prometiam ajuda, amizade, um telefonema, coisas que nunca aconteciam. Era o velho ditado que não é visto não é lembrado. E infelizmente é assim mesmo no ministério pastoral.

Entretanto, não trabalhava com amargura ou tristeza, mas com alegria e contava com o pouco apoio daqueles que colocavam-se ao meu lado. Neste trabalho permaneci durante quatro anos.

Pastor

1 comentário:

  1. EM BUSCA DA IGREJA PERFEITA!

    Certa vez fui visitar uma irmã que eu já tinha escutado que ela não parava em igreja alguma. não conseguia se firmar, pois o seu olha estava sempre voltado para as imperfeições das pessoas, criticava bastante aqueles que fraquejavam na fé e acabavam cedendo às tentações. Quando cheguei em sua casa fui bem recebido. logo depois de muitas conversas ela me disse: "Pastor a igreja deveria ser perfeita", olhei firmemente para ela e disse "não deveria ser perfeita minha irmã", ela tomou um choque. em seguida respondi, por que a igreja não deveria ser perfeita, pois qual o ser perfeito precisaria de Deus? a igreja é um hospital onde há muitos doentes, feridos, machucados. Onde carecem do cuidado daquele que é perfeito Deus!deixei claro para ela que todos nós estamos em construção, e chegaremos a estatura de varão perfeito (maturidade), quando amarmos de fato uns aos outros.

    Pastor

    ResponderEliminar